Economia aquecida na 21ª Festa do Bode Rei em Cabaceiras

A Festa do Bode Rei é um evento conhecido nacionalmente por sua estrutura genuína com exaltação da vida no Cariri Paraibano, insistência na cultura popular e por acreditar no povo cabaceirense como protagonistas de sua história. E nesse contexto nós destacamos a economia do festival para mostrar por uma outra perspectiva a importância desses três dias de festa para o município.

Tem muita alegria e descontração, mas também há muito trabalho por traz de toda a programação. Podemos destacar de início a preparação dos artesãos da terra, onde David Renovato, marcheteiro, destaca: “Cabaceiras é um município muito dinâmico, principalmente no turismo, além do trato com os artesãos, o que nos incentiva a fazer novas peças que caracterizam o evento e a cultura local”, disse. O gerente financeiro da Cooperativa Arteza, Lucas Castro, não demora em afirmar “participamos de muitas feiras no Brasil inteiro, mas a do Bode Rei é a mais importante, tanto pelo fato de ser em nossa cidade como também pela resposta financeira.”

Seguimos com os criadores de bode, preparando seu rebanho para exposição e competições que geram premiações em dinheiro e negócio na expofeira. Esses mesmos personagens estão na ordenha das cabras, trazendo até a Cooperativa Capribov o leite para o processo de beneficiamento, produzindo também seus derivados, onde os queijos finos se destacam com a peculiaridade de seu sabor. Ainda falando sobre o queijo de cabra, a gerência da Cooperativa já confirmou que a produção está a pleno vapor aguardando o público do Bode Rei 2019, que ano passado ficou sem peças já na metade da festa e nessa edição prometem alcançar o público dos três dias de festa.

As pousadas, que estão praticamente sem vagas desde fevereiro, e restaurantes já organizam cada detalhe para o melhor atendimento possível. E tem vários moradores alugando suas casa pela cidade, essa é uma alternativa para quem vem curtir a festa e não encontra mais hospedagem. Há também os empregos diretos gerados através da prefeitura, que monta uma equipe para trabalhos diversos, a ornamentação, por exemplo, os quais são de extrema importância para a beleza e estrutura do nosso evento.

Economicamente falando, Cabaceiras é um exemplo a ser seguido, e gera diretamente 850 empregos na festa, mas isso só é possível por que há uma equipe dedicada e sensível às necessidades de cada membro que faz seu trabalho com orgulho e amor. Agora, nos últimos detalhes, a 21ª Festa do Bode Rei aguarda ansiosa por sua realização de sucesso. Se eu fosse você, não deixava de fazer parte dessa história.

COMPARTILHAR