Programa Criança Feliz atinge meta nacional e recebe ampliação de atendimento em Cabaceiras

A Prefeitura Municipal de Cabaceiras, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, atingiu a meta de atendimentos domiciliar do Programa Criança Feliz, instituído pela Secretaria Nacional de Desenvolvimento Social. Com a meta alcançada, o município foi contemplado com a ampliação do número de atendimentos realizados pelo programa, passando de 100 para 150 visitas domiciliares por mês.

A expansão de metas para o município de Cabaceiras está fundamentada na resolução do Conselho Nacional de Assistência Social nº 07, de 22 de maio de 2017, que estabeleceu, em seu artigo 8º, que os municípios e o Distrito Federal que alcançarem 90% da meta pactuada poderão aditivar o termo de aceite, com o objetivo de aumentar a meta de atendimento no âmbito do Programa Criança Feliz/Primeira Infância no SUAS. O anúncio de ampliação do programa foi através da PORTARIA Nº 4, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2020 publicado no Diário Oficial da União.

O secretário de Desenvolvimento Social, Rômulo Farias, destacou a importância do Programa Criança Feliz para Cabaceiras, pois traz para as famílias uma troca de conhecimento para estimular a criança. Ressaltando que o objetivo do programa é contribuir ainda mais com a qualidade de vida dos nossos pequenos, atender a criança na sua integralidade e fortalecer os vínculos: “Parabenizamos toda a equipe de visitadores do Programa Criança Feliz, pela dedicação e trabalho junto as famílias. Agradeço também a Camila Borborema, por coordenar e conduzir com muita competência o programa no nosso município”, frisou Rômulo.

O Programa Criança Feliz foi implantado em Cabaceiras no ano de 2017, atendendo a gestantes e crianças de até 03 anos que são inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, e crianças de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O programa, além de orientar as famílias sobre os cuidados na primeira infância, desenvolve ações de saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos.

COMPARTILHAR